>

Na série Quero te dar o corpo total do dia, Marcela Cantuária traz 13 telas em dimensões muito menores do que estamos acostumados a ver em sua pesquisa. Se nos murais é exercida sua vocação pública, na verborragia de suas remissões, inspirada em 13 poemas que dão título à série e compõem um livro em parceria com Flávio Morgado, a artista se vê diante do desafio da concisão. Trabalhos anteriores já antecipavam o exercício poético que surge como um novo desdobramento de sua potência – como quem sempre condensasse um grito.